Os Semeadores

Notícias  

 Voltar

Projeto Semeadores Europa

Apresentação -

Durante a realização do Pré Congresso de Missões Os Semeadores, que aconteceu na cidade de Ipaba (MG), entre os dias 07 e 10 de Abril deste ano de 2016 – apresentamos aos congressista participante as famílias dos missionários Renato Machado Franco e Carlos Felipe que estarão sendo enviados a Europa a fim de ampliarmos o anuncio do Reino de Cristo naquele pais,
confira o vídeo.


Envio -
A data de hoje está sendo mais que especial para a Secretaria de Missões Os Semeadores. Cientes da real situação em que caminha a humanidade e cumprindo as ordenanças de Jesus Cristo “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.” Marcos 16:15” – abraçamos mais um projeto desafiador! Hoje, estamos enviando ao campo, mais um missionário que estará abrindo uma base missionaria na Europa a fim de atendermos o continente europeu e africano. Assista este pequeno vídeo e conheça um pouco mais deste projeto. Ah! Não se esqueça, contamos com vosso apoio, ore por este projeto.

Europa -
Até meados do Século XX a Europa, assim como a América do Norte foram protagonistas na missão cristã e levaram as boas novas do Evangelho pela primeira vez a muitas regiões da Ásia e ao interior da África.  Porém, nos últimos anos a Europa passa por um processo de “integração” e assimilação do “humanismo” que embora a tenha levado a uma liberdade cultural, religiosa e de idéias abriu espaço para as grandes religiões da Ásia, as seitas das Américas e as religiões tradicionais da África com a sua magia e cultos. A presença maciça de africanos, de latino-americanos, de muçulmanos (estima-se que eram 44 milhões em 2010 e que até 2030 esse número chegará a 58 milhões) e de seguidores das grandes religiões asiáticas, que reverteram o fluxo migratório de séculos,  criou na Europa um contexto novo de secularização e materialismo, com novos desafios para a missão cristã como o agnosticismo prático e o indiferentismo religioso.
Nos anos de 1880, o filósofo alemão Friedrich Nietzsche proclamou pela primeira vez sua famosa frase “Deus está morto” e, de lá para cá, gerações inteiras de filósofos e sociólogos aguardaram a morte do cristianismo na Europa, certos de que ela ocorreria. Contudo, 70% dos europeus (e 62% dos que têm entre 20 e 29 anos de idade) afirmam acreditar em Deus. Apenas 17% vão à igreja toda semana e, mesmo assim, 27% afirmam que oram todos os dias. Esse fenômeno da fé resistente acompanhada por desligamento institucional levou Grace Davie, socióloga da religião, a descrever a situação religiosa na Europa como “acreditar sem pertencer”. (Religion in Britain Since 1945; believing without belonging. Blackwell: Oxford, 1994. | citado em: Revista Ultimato 337).
As igrejas da Europa estão enfraquecidas e contam com nosso apoio para serem revitalizadas, os cristão de lá não sentem mais confiança, ou firmeza nas instituições e denominações e não podem servir a D’us em plenitude isolados longe da comunhão dos irmãos.  Eles estão se sentindo sozinhos e enfraquecidos pelos insultos dos secularistas, alguns são perseguidos por se declararem cristãos e enfrentam todo tipo de dificuldades.
Nós Semeadores podemos ser instrumento de D’us para mudar esse quadro.
A primeira família de missionários enviada por nós a Europa já está em Portugal e conta com nossas orações e apoio.

Texto e edição: Joás Inacio | Semeadores

compartilhe: